Translate

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Hortinha na Água

Antes de tudo quero dizer que em tempos de Aedes aegypti e todas as doenças que esse mosquito pode transmitir devemos ponderar seriamente se vale a pena cultivar as ervas na água. Dito isso, vamos às dicas.

magia no dia a dia
manjericão
A água usada deve ser mineral sem gás, água de chuva ou água de rio ou cachoeira (não poluídos, evidentemente). Não use água clorada.
Use garrafas ou potes de vidro que não tenham a boca muito estreita para que o ar possa fluir numa boa. Se você conseguir garrafas ou potes coloridos será melhor ainda pois ter as raízes protegidas da luz direta fortalece a planta.
Não deixe folhas em contato com a água, remova algumas se for preciso. Até que as raízes apareçam, o que deve ocorrer em até seis semanas, troque a água semanalmente. Depois que as raízes tiverem nascido não é mais necessária a troca de água semanal. Basta complementar quando necessário.

Algumas ervas que podem ser cultivadas em água:

Alecrim – mantenha em local ensolarado, plante na primavera para melhores resultados.
Sálvia – deve ficar em local arejado para evitar mofo e a primavera é a época mais favorável para o plantio.
Hortelã-pimenta – basta colocar a erva fresca na água em qualquer época do ano.
Manjericão – deve ser plantada antes da floração e mantida em local ensolarado.
Tomilho – plante a erva fresca entre o meio da primavera e o início do verão, antes da floração; podar de vez em quando ajuda a aumentar a ramificação.
Orégano – plante o orégano fresco em qualquer época do ano e use as pontinhas conforme o crescimento da erva.

escrito por Nina Drabardi

    
    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...